7 Mitos de SEO que impedem você de aparecer na primeira página

O assunto gera bastante controvérsias, SEO por ser algo que poucos sabem fazer direito é cercado de mitos, justamente porque as pessoas tem pouca ou nenhuma experiência nisso.

Tráfego pago transborda gurus e professores, basta você apertar alguns botões e as coisas começam a acontecer, já com SEO precisa de muito trabalho e dedicação para se ter algum resultado.

E justamente esse limiar entre esforço e resultado que cria tantos mitos em volta do assunto, por isso eu trouxe hoje:

7 Mitos sobre SEO

1 – SEO está morto: Com certeza você já ouviu falar que o BitCoin está morto, atualmente estão falando aos 7 cantos do mundo de que o Dólar está morrendo. Jornalistas adoram uma manchete clickbait. A verdade é que o SEO nunca esteve tão vivo e cada vez mais irá crescer. Enquanto houverem pessoas pesquisando na internet, o SEO estará fazendo a diferença.

2 – Google só rankeia conteúdo novo: É óbvio que conteúdo novo recebe atenção do Google, porém, não é somente conteúdo novo que rankeia. Existem dois tipos de conteúdo na internet: O atemporal e o hype, esse segundo sim se beneficia da novidade, mas o conteúdo atemporal sempre terá sua parcela de acessos e vai contribuir para o seu pagerank igualmente.

3 – Conteúdo duplicado causa punição: O próprio Google já desmentiu essa afirmação inúmeras vezes, conteúdo duplicado ou plagiado apenas impedem sua aprovação no AdSense. Porém você não vai ser punido caso estejam copiando e replicando seu conteúdo pela internet. No máximo irá diluir o resultado dos seus backlinks.

4 – SEO só se faz uma vez: Assim como um atleta precisa manter uma regularidade na academia para manter o seu porte físico, seo é um trabalho constante, um atleta não vai perder os músculos do dia para noite caso não consigo ir para academia alguns dias da semana.

Da mesma forma seu trabalho no seo não vai se acabar caso você não faça nada alguns dias, mas se você nunca mais voltar pra academia, com certeza os músculos do seu seo irão ficar cada vez mais fracos e os resultados irão sumir gradativamente.

5 – Compartilhamento em redes sociais melhoram o rank: O próprio John Mueller já explicou em vídeo sobre isso. Estudos mostram uma correlação entre links muito compartilhados estarem ligados a um pagerank alto. Porém isso não significa que os compartilhamentos sejam o MOTIVO do pagerank.

Se um assunto está sendo muito compartilhado, significa que é algo muito comentado e consequentemente muitos backlinks irão surgir, estes sim, são capazes de aumentar massivamente o seu pagerank. Então não confunda a correlação com a causa!

6 – Tráfego pago não ajuda o seu pagerank: De fato, só porque você está pagando o Google Ads, não significa que você irá ter uma melhora no seu pagerank. Da mesma maneira que os compartilhamentos não são responsáveis pelo aumento do pagerank, mas podem influenciar, o tráfego pago age da mesma maneira nesse crescimento. Porém, desde que você anuncie justamente conteúdos focados em ganhar backlinks.

7 – SEO só serve para rankear 1º lugar: Todos queremos o topo da busca quando fazemos SEO, porém, existem momentos onde o tempo e esforço para rankear o primeiro lugar não compensam. Estudos mostram que o primeiro resultado recebe tráfego de busca apenas 49% das vezes.

Existem milhares de keywords para se rankear uma página. É muito melhor ter milhares de palavras rankeando para você que demandam pouco ou quase nenhum esforço, do que apenas uma que demanda muito tempo e esforço. E temos que lembrar que tempo = dinheiro quando se trata de SEO.

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.